André Bretas estreia na temporada 2020 com vitória

The following two tabs change content below.
Por Fábio Velame - fabio@gvesportes.com.br

P. Cycle Enduro Series foi realizado neste fim de semana na cidade de Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte, marcando não só a estreia do piloto na temporada, como também sua primeira disputa de bicicleta elétrica na carreira.

André Bretas se deu bem no P. Cycle Enduro Series (foto: Cesar Delong/Divulgação)

O piloto valadarense André Bretas fez neste fim de semana sua estreia na temporada 2020. E, logo na primeira prova do ano, teve uma experiência inédita na carreira: competir uma prova na categoria E-MTB. No P. Cycle Enduro Series, prova realizada entre os dias 14 e 15 de março, em Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonta (MG), Bretas foi o campeão, garantido mais um título em sua carreira.

André Bretas saiu satisfeito com o resultado conquistado. “Estou super feliz. A temporada começou e também uma nova etapa em minha vida, com as bicicletas elétricas, meu presente e futuro em competições. Nada mais motivador do que começar o ano com vitória em uma disputa acirrada, que dá confiança para as próximas. Minha bike estava excelente, com a escolha dos pneus Specialized Butcher 2.6, com a carcaça Black Diamond, o que me deu mais segurança para poder andar em um terreno cheio de pedras”, disse.

No P.Cycles Enduro Series, André Bretas estreou em competições a sua bicicleta elétrica da Specialized, a Turbo Levo S-Works, após montá-la na sexta-feira (13) e fazer neste mesmo dia todos os ajustes necessários para disputar e conquistar o lugar mais alto do pódio na categoria e-mountain bike. “Foi um fim de semana super desafiador no terreno de minério belo-horizontino, com trilhas de altíssima velocidade e também de muita qualidade técnica. Choveu no sábado, então isso também foi um fato que fez diferença, uma vez que no domingo secou e aí ficou mais difícil pilotar”, relembra Bretas, atleta que tem patrocínios de Bike Trilha, AB Racing e Specialized.

“Outro fato interessante do fim de semana foi que, com minha bike elétrica, fiz o segundo tempo geral da prova. Abre-se assim um debate de qual bike é mais rápida nas descidas do enduro, ou seja, isso será uma discussão para muito tempo. Com essa minha migração para as E-MTB, consegui fazer frente e disputar o primeiro lugar no geral, entre bikes normais e assistidas”, finaliza.

Fonte: Assessoria de Imprensa

……………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………..

Para compartilhar este conteúdo, por favor utilize o link na barra de endereço ou as ferramentas oferecidas na página. Todo o conteúdo publicado no www.gvesportes.com.br está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do site em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do GV Esportes. (fabio@gvesportes.com.br)

Matérias relacionadas

Patrocinadores

error: Para compartilhar este conteúdo, por favor utilize o link na barra de endereço ou as ferramentas oferecidas na página. Todo o conteúdo publicado no www.gvesportes.com.br está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do site em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do GV Esportes. (fabio@gvesportes.com.br).