Cruzeiro flertando com o rebaixamento

O clube caminha a passos largos para o maior vexame de sua história.

A crise institucional é histórica. Diretoria com acusações graves e que não param de roer o osso. Situação financeira caótica. Jogadores paneleiros que derrubaram técnico. Chegada de treinador que é a tampa da panela. Só um milagre para o Cruzeiro não cair.

Ainda há tempo para sair da zona de desconforto, mas o contexto atual não é animador. Desde o mês de maio, o clube jogou 33 partidas e só venceu cinco jogos, sendo um deles na Copa do Brasil. Nesse período, o Cruzeiro foi eliminado na Copa do Brasil e na Libertadores. Já no Campeonato Brasileiro agoniza.

O mau desempenho em campo já vinha com Mano Menezes. Chegou Rogério Ceni, mas a turma da “Tramontina” não deixou o cara trabalhar. Uma das maiores fritadas no meio do futebol, uma covardia. Veio Abel, o “paizão”, mas o time segue sem vencer desde a sua chegada. O atual treinador é a tampa da panela, tudo que alguns jogadores queriam. E no fim das contas, quem sofre mais é a torcida, que vê se aproximar o maior vexame da história do clube.

…………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………….

Para compartilhar este conteúdo, por favor utilize o link na barra de endereço ou as ferramentas oferecidas na página. Todo o conteúdo publicado no www.gvesportes.com.br está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do site em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do GV Esportes. (fabio@gvesportes.com.br)

Matérias relacionadas

Patrocinadores

error: Para compartilhar este conteúdo, por favor utilize o link na barra de endereço ou as ferramentas oferecidas na página. Todo o conteúdo publicado no www.gvesportes.com.br está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do site em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do GV Esportes. (fabio@gvesportes.com.br).